Como cuidar do couro do meu carro?
15 de fevereiro de 2018
Qual cadeirinha devo usar com meu filho?
5 de março de 2018

Novos equipamentos de segurança de carros serão obrigatórios no Brasil

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é o órgão responsável por estabelecer normas regulamentares para as leis de trânsito, assim como elabora as diretrizes da Política Nacional de Trânsito. E em breve, o Contran passará a exigir itens em todos os carros vendidos no Brasil. Vale lembrar que todos os itens já são exigidos há anos em diversos países.

  1. Isofix

Esse é o padrão internacional para fixação de cadeirinha infantil e são soldados na carroceria do carro ao invés de usar o cinto. O Isofix começará a ser exigido, em pelo menos um assento, ainda este ano para todos os novos carros e utilitários com mais de uma fileira de bancos, e em 2020 será cobrado para todos os modelos que já estão no mercado. Esse item já exigido nos Estados Unidos desde 2003 e na Europa desde 2013.

  1. Cinto de três pontos e encosto de cabeça centrais

Esse importante item de segurança sustenta o corpo pelo abdômen e pelo tórax. Segundo uma pesquisa americana eles reduzem em até 58% contra 48% do cinto de dois pontos. 

O encosto de cabeça evita o efeito chicote , o que diminui o risco de provocar sérias lesões no pescoço.

Ambos os equipamentos devem estar nos carros lançados, nacionais e importador, desde janeiro deste ano e os que já estão no mercado tem até 2020 para se adaptar a nova regra.

Os americanos contam com esses itens nos carros desde 2007 e os europeus, 2006.

  1. Controle de estabilidade

Esse sistema eletrônico atua de forma independente em cada roda para corrigir a trajetória do veículo em casos de perda da aderência dos pneus. Isso pode acontecer em curvas ou em desvios bruscos de rota. Além disso, o sistema cuida do controle de tração e do assistente de partida em rampa. 

Será exigido a partir de 2020 para os novos modelos e para aqueles que sofreram grandes mudanças. Em 2022 será obrigatório para carros particulares e comerciais leves zero quilômetro.

  1. Luzes diurnas

Apesar de já ser lei, esse novo item deve acender ao dar partida no carro e manter farois e lanternas desligados. Poderão ser usadas lâmpadas de led ou halógena. 

Todos os veículos, incluindo caminhões e ônibus, deverão ter o item a partir de 2021. 2023 é o ano para que todos os veículos fabricados deverão ter o equipamento.

O Contran vai regulamentar 13 novos equipamentos já presentes em carros mais caros. A ideia é estudar os sistemas e, em até quatro anos, padronizar suas características técnicas.

Entre eles estão câmera de ré (obrigatória nos EUA a partir deste ano), alerta de frenagem de emergência, aviso de cintos desatados, alerta de permanência em faixa e frenagem autônoma de emergência.

Alguns podem se tornar obrigatórios futuramente, caso do gravador de dados de acidentes de trânsito, a famosa caixa preta. A Câmara dos Deputados rejeitou, em 2013, lei que obrigaria que todos os carros novos tivessem o equipamento, pois essa iniciativa deveria partir do Contran.

Com informações Revista Quatro Rodas

Comments

comments

Wagnei Lemes Martins
Wagnei Lemes Martins
Engenheiro Mecânico - CREA: 20091/D-DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp